quarta-feira, 20 de julho de 2011

Transporte coletivo será modernizado


Representantes da Empresa de Transportes São Miguel e da Via Metro Transportes Urbanos apresentaram ao prefeito Newton Lima na última sexta-feira (15), no Palácio Paranaguá, sede oficial da administração ilheense, um projeto de modernização do sistema de transporte coletivo da cidade. Além do diretor da São Miguel, João Duarte, e do gerente da Via Metro, Vilcemar Galvão, o encontro também contou com a presença do representante da empresa paranaense Multipass, Luiz Gruber, do vice-prefeito Mário Alexandre, e do secretário de Segurança, Transporte e Trânsito, Marcelo Barreto, dentre outros secretários municipais.
De acordo com o diretor da São Miguel, João Duarte, o projeto de modernização foi um compromisso das concessionárias de transporte coletivo municipal assumido com o prefeito Newton Lima. “As diversas ações que integram este plano visam, entre várias outras coisas, melhorar o transporte coletivo local para que possamos recuperar o passageiro ilheense”, disse Duarte, ressaltando a existência de uma evasão de 5%.
Além da aquisição de ônibus construídos segundo a mais alta tecnologia e marcados pelo conceito da acessibilidade, o projeto de modernização do transporte coletivo de Ilhéus também prevê a instalação de câmeras de vídeos no ônibus e a adoção de um sistema de monitoramento de veículos por satélite (GPS). De acordo com os representantes das empresas, o esforço também inclui a modernização do Sistema Inteligente de Transporte (SIT). Com esse novo método, explica o técnico da Multipass, Luiz Gruber, o objetivo é pulverizar os postos de venda de vale transporte. “Ou seja, se hoje temos apenas uns cinco ou seis postos de atendimento, passaremos a ter em Ilhéus dezenas de pontos de venda”, afirmou.
        Ainda segundo Luiz Gruber, a proposta do novo sistema é atender, sempre com muito conforto, agilidade e segurança, o maior número possível de usuários, realidade que, segundo ele, vai gerar um transporte de massa melhor, mais barato e mais eficiente. “É importante ressaltar, ainda, que, com o aumento de pessoas andando de ônibus, passaremos a ter um número menor de motos e carros pequenos nas ruas e, por via de consequência, um trânsito bem melhor para todos”, espera o técnico.
        Depois de reiterar que a implantação do projeto não gerará custos para o SIT, Luiz Gruber lembrou que Ilhéus será uma das primeiras cidades do país a dispor do sistema. “Esta inovadora ferramenta de bilhetagem eletrônica, materializada por um cartão multifuncional nominal, também possibilitará a ativação, se for da vontade do usuário, de um instrumento de crédito pré-aprovado”, completa o representante da Empresa Multipass.

Nenhum comentário:

Postar um comentário