quarta-feira, 20 de julho de 2011

Edital de seleção do Samu é mudado


Representantes da prefeitura de Ilhéus, do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sinsepi) e da delegacia regional do Sindimed fizeram algumas correções no edital divulgado este mês, para o processo seletivo simplificado da Secretaria da Saúde que irá contratar de forma temporária profissionais para o Serviço Móvel de Urgência (Samu). A modificação visa atender reclamações feitas pelo Sinsepi e Sindimed. A reunião realizada na tarde da última segunda-feira (18), no Palácio Paranaguá, contou com a presença dos secretários Uildson Nascimento (Saúde) e Magno Lavigne (Governo)e integrantes da Comissão de gestão da saúde.
Dentre as propostas discutidas nos itens da tabela de avaliação de títulos constam vagas para os cargos de médico, técnico de enfermagem socorrista, técnico de enfermagem socorrista tripulante, rádio-operador, telefonista, auxiliar de regulação média, entre outras. Ficou definido que com a reabertura do prazo para acrescentar a errata o candidato tem até o dia 23 deste mês para encaminhar através dos Correios, via Sedex, toda a documentação exigida.
             A comissão de avaliação de currículos (títulos) é formada por representantes da Secretaria de Saúde, Conselho Municipal de Saúde, Sinsepi e Sindimed. Os trabalhos serão realizados nos dias 25 e 26. Durante a discussão foi ratificado que o processo seletivo simplificado será para análise de títulos tem caráter eliminatório e classificatório. O candidato pode obter ficha de inscrição e edital no site http://www.ilheus.ba.io.org.br/ acessando em Atos Oficiais a página Edições Diário Oficial.
           Segundo o secretário de Governo e Assuntos Estratégicos, Magno Lavigne, a revisão do Edital foi um entendimento do prefeito Newton Lima do aperfeiçoamento da seleção pública, diante das reivindicações dos sindicalistas. “Nossa intenção é realizar um processo seletivo com toda a lisura, corrigindo pequenas deficiências, no sentido de dar celeridade à seleção e contratação do pessoal, haja vista que o Samu é um serviço essencial e que não pode sofrer interrupções”, avaliou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário