quarta-feira, 27 de julho de 2011

Programação marca 10 anos do Crie


Os dez anos de existência do Centro de Referência à Inclusão Escolar (Crie), entidade sediada na avenida Itabuna e voltada para o atendimento educacional especializado, continuam sendo marcados em Ilhéus por vários eventos. Na manhã desta terça-feira (26), com o objetivo de beneficiar alunos portadores de deficiência visual, o escritor e diretor de teatro, Pawlo Cidade, fez a doação de 15 unidades do áudiolivro “O Tesouro Perdido das Terras do Sem Fim”. Neste trabalho, o também assessor de Cultura da Prefeitura de Ilhéus retrata um pouco da história do município, utilizando sempre uma linguagem lúdica, clara e acessível. De acordo com a secretária municipal da Educação, professora Lidiney Campos, mais do que um instrumento de atendimento especializado, o Crie vem sendo um equipamento capaz de difundir, em diversos setores da sociedade ilheense, a importância do processo de inclusão. “A exemplo do escritor Pawlo Cidade, nosso desejo é que outros representantes sociais passem a ter esse olhar diferenciado sobre a importância da inclusão, processo que se inicia na escola e, a partir daí, precisa ser disseminado para diversas outras áreas do nosso cotidiano”, comentou a secretária.
                Por sua vez, Pawlo Cidade, que também é membro da Academia de Letras de Ilhéus, ressaltou sua alegria por poder contribuir com o fortalecimento do processo de inclusão escolar. “É extremamente gratificante saber que, através deste áudiolivro, entre outras coisas, esses alunos terão a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre a história da nossa São Jorge dos Ilhéus”, completou. Já o aluno e presidente da Associação de Deficientes Visuais de Ilhéus, Jemerson Barbosa, parabenizou a iniciativa e lembrou que “o processo de inclusão escolar melhorou muito, mas que, em virtude das dificuldades, ainda precisa avançar bastante”, afirmou.
            Com cerca de duas horas de duração, “O Tesouro Perdido das Terras do Sem Fim” mistura ficção e realidade para contar, sempre de forma inovadora, um pouco da história de Ilhéus. No áudiolivro, os personagens Tati, Charlie e Gambá passeiam pela Capitania dos Ilheos, conhecendo lugares históricos e ambientes naturais. A narração, que conta com sete vozes, vai desde as primeiras igrejas até os tempos áureos do cacau.
CRIE - Com diversos profissionais, entre os quais pedagogos, psicopedagogos e psicólogos, o Centro de Referência à Inclusão Escolar (Crie) atende, atualmente, de segunda a sexta-feira, sempre das 7h30min às 18 horas, cerca de 350 crianças, adolescentes e adultos.
              Dando sequência aos eventos voltados para a comemoração dos 10 anos do Centro de Referência à Inclusão Escolar (Crie), no próximo mês de setembro, com uma programação especial, será lembrada em Ilhéus a Semana dos Deficientes Auditivos. “Segmento beneficiado no Crie com o oferecimento de aulas em libras, método também conhecido como leitura de sinais”, informa a secretária Lidiney Campos, ressaltando que esses alunos contam com o apoio de intérpretes nas suas escolas regulares.

Nenhum comentário:

Postar um comentário