segunda-feira, 20 de junho de 2011

Audiência aponta solução para concurso


Representantes da Prefeitura de Ilhéus (secretarias da Educação e Administração), Câmara de Vereadores e S&R Concursos participaram na última quinta-feira (16) de audiência extrajudicial com o Ministério Público de Ilhéus. A audiência, agendada pela promotora pública Karina Cherubini teve como objetivo propor soluções para o concurso público realizado pelo Município.
         Segundo o secretário da Administração da Prefeitura de Ilhéus, Antônio Bezerra, na audiência foram analisadas todas as fases do concurso, incluindo as fraudes, que são objeto de investigação criminal e que não justificam a anulação do certame. Em relação à prova para professor de educação infantil, cujas divergências foram apontadas pelos candidatos e a S&R Concursos apresentará as atas das salas das provas para análise do MP num prazo de 10 dias.
       Outra questão considera polêmica é a publicação dos primeiros resultados e retirada do ar em menos de 24 horas, que serão republicados no site da empresa pelo prazo de seis meses. A mesma decisão foi tomada em relação a segunda lista geral de candidatos, formada a partir da notícia de nomes que não constaram na primeira, mas que haviam efetuado a prova.
       Também ficou acordado entre as partes a publicação do resultado dos recursos por número de inscrição, ressaltando se o provimento foi acatado ou não. A empresa ainda se comprometeu a publicar a listagem de classificação, com detalhamento das quatro notas intermediárias e data de nascimento do candidato, seguidas do resultado final, com a finalidade de aferir os critérios de desempate.
       Providência idêntica será tomada em relação da listagem de recursos contra a classificação ou pontuação parcial, por número de inscrição. Em vistas dessas providências, a S&R Concursos suspenderá a publicação do resultado definitivo, voltando a publicá-lo no prazo de 10 dias. Para resguardar posterior verificação administrativa ou judicial, a empresa também deverá manter os gabaritos pelo prazo de seis meses.
       Na opinião da secretária Municipal da Educação, Lidiney Campos, a audiência foi importante para dirimir todas as dúvidas existentes e com as medidas agora adotadas todos os questionamentos serão esclarecidos. “O Município tem o maior interesse em contratar os aprovados nesse concurso, tendo em vista a necessidade de contratação desses profissionais. Conforme constatação do Ministério Público, os erros cometidos não comprometem o concurso e a empresa irá sanar as deficiências”, explicou a secretária.

Nenhum comentário:

Postar um comentário